• Fundação José de Paiva Netto

Revista BOA VONTADE e o poder transformador da Educação com Espiritualidade Ecumênica


O número 269 da Revista BOA VONTADE, lançado nesta terça-feira, 1º de março, traz como matéria de capa um especial com relatos de mulheres que foram alunas da Legião da Boa Vontade e que, tendo concluído o Ensino Superior, voltaram às escolas onde estudaram para nelas atuarem profissionalmente. Nessa matéria, fica evidente a transformação na vida delas a partir da Educação com Espiritualidade Ecumênica, aplicada pela Instituição graças à Pedagogia do Afeto e à Pedagogia do Cidadão Ecumênico, criadas pelo presidente da LBV, o educador Paiva Netto. Exemplo disso é também a história de uma mãe que, graças ao incentivo da equipe do Centro Educacional da Legião da Boa Vontade, no Rio de Janeiro/RJ, voltou a estudar, concluiu a Educação Básica e está empenhada em ingressar numa universidade pública. Nessa unidade de ensino da Entidade, que completa 26 anos neste 2 de março, ela encontrou muito mais do que acolhimento para três de seus cinco filhos.


Na revista, destaque também para o programa Aprendiz da Boa Vontade, por meio do qual a LBV tem desenvolvido novos talentos. Essa frente de trabalho da Instituição visa a qualificação profissional do jovem, que se expressa também nas habilidades e competências, a exemplo da inteligência emocional, do trabalho em equipe, da proatividade, da resiliência, da resolução de problemas e da visão analítica, sempre com “uma visão além do intelecto”, como preceitua a Linha Pedagógica da LBV, atentos às emoções e às incertezas características dessa idade. As histórias daqueles que conseguiram seu primeiro emprego são comoventes.


O artigo “Desarmar os corações”, do jornalista, radialista e escritor José de Paiva Netto é o grande destaque da publicação. Nele, o autor afirma: “É necessário desativar os explosivos, cessar os rancores, que insistem em habitar os corações humanos”.


Na seção “Espírito e Ciência”, o professor e psiquiatra Bruce Greyson, conceituado médico norte-americano, após décadas de estudos, fala sobre o que as experiências de quase-morte (EQMs) podem nos ensinar. Por fim, em “Saúde”, o assunto é o aumento de transtornos psiquiátricos em indivíduos que tiveram Covid-19. Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) mostrou altas taxas de depressão, ansiedade e estresse pós-traumático em pacientes que apresentaram quadros moderados e graves da doença.


Conheça todo esse conteúdo, veiculado pela plataforma Revista Digital Online (RDO). Acesse: www.revistaboavontade.com.br.

0 visualização0 comentário