top of page
  • Foto do escritorFundação José de Paiva Netto

Academia Campinense de Letras é destaque na Boa Vontade TV

Boa Vontade Entrevista destaca a vida e obra do maestro Carlos Gomes, da Academia Campinense de Letras e de seu presidente dr. Jorge Alves de Lima

A Academia Campinense de Letras, ACL, tem por finalidade a cultura da língua portuguesa, o apreço à literatura nacional e a defesa do patrimônio cultural da nação, em especial da região de Campinas. É composta por 40 cadeiras de acadêmicos de caráter vitalício, seguindo os moldes da Academia Brasileira de Letras, congregando intelectuais e literatos da terra campinense com o objetivo de promover as letras, incrementar a cultura e cultuar a história da cidade de Campinas.



A Academia Campinense de Letras é destaque na programação da Boa Vontade TV/Fundação José de Paiva Netto, no programa Boa Vontade Entrevista. O escritor e historiador, dr. Jorge Alves de Lima, atual presidente da ACL concedeu, gentilmente à produção do programa, seu conhecimento e informações sobre o trabalho desenvolvido pela Academia tanto com a defesa da língua portuguesa, quanto as ações sociais de estímulo a leitura e à produção literária junto a crianças e adolescentes de Campinas/SP.



O dr. Jorge Alves de Lima foi representante do Brasil no júri do prêmio literário Luís de Camões, em 2022, celebrado entre Portugal e os países africanos da língua portuguesa; Presidente da Academia Campinense de Letras; Membro da Academia Paulista de História; Membro do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Campinas; entre outras atividades importantes para a história da cidade de Campinas e região.


O renomado escritor ressaltou a importância de a Academia estar constantemente próxima da população. A ACL disponibiliza sua sede ao público reunindo também diversas entidades culturais. E todas as atividades promovidas pela ACL são abertas ao público, com o objetivo de promover as letras, divulgar a cultura e celebrar a história da cidade, principalmente no público jovem. "Eu acredito que a cultura também está lá na ponta! Com as crianças e adolescentes!", disse. A ACL promove mensalmente uma sessão solene com escritores locais e os convidados principais são os alunos da rede pública de ensino. Há o projeto "Como nasce um livro", onde o público infanto-juvenil descobre os principais processos de criação de uma peça literária. "E a gente consegue reconhecer quem tem mais aptidão para a escrita. Geralmente, o jeito de pegar uma caneta ou um lápis, ou o próprio caderno. Aí com o tempo vão aflorando os talentos. E isso nos dá muito orgulho!", destacou.

Maestro Carlos Gomes (Campinas/1836 — Belém/1896)

A ACL tem quase 70 anos de história e é reconhecida como um dos pilares da cultura municipal e regional. "Temos de estar bem afinados com o nosso tempo para poder projetar a cultura para todos os recantos da cidade, para ampliar a repercussão no estado de São Paulo e em todo o país."


Durante a entrevista, o presidente da ACL destacou a contribuição do maestro campineiro à cultura nacional, Antônio Carlos Gomes (Campinas/1836 — Belém/1896) considerado um dos mais importantes compositores de ópera brasileiro, cuja obra está sendo preservada pelo Instituto Maestro Carlos Gomes (IMCG), instituição local que muita orgulha os campinenses, representada pelo ilustre dr. Eduardo Sancho.



Da esquerda para direita, os ilustres doutores Eduardo Sancho (IMCG) e Jorge Alves de Lima (ACL) e representando a Fundação José de Paiva Netto, Renato Viana de Souza, diretor administrativo.

“Carlos Gomes foi além da música. Ele é o unificador e o pacificador da nação brasileira, porque o Brasil atravessava naquela época situações difíceis – a contenda entre os monarquistas com os republicanos, a guerra de Canudos, Revolução Federalista no sul do país, e outros, mas quando começou a noticiar a agonia da saúde debilitada de Carlos Gomes, o Brasil foi se comovendo e foi se unindo”, relata o também historiador.



Monumento ao Maestro Carlos Gomes, na cidade de Campinas/SP.

E para finalizar, dr. Jorge agradeceu o trabalho das Instituições da Boa Vontade (LBV e Fundação José de Paiva Netto). “As ideias de vocês [Instituições da Boa Vontade] embasam as minhas. Elas dão fundamento naquilo que eu penso. (...) Agradeço muito à equipe da Boa Vontade TV [Fundação José de Paiva Netto] e da Legião da Boa Vontade, que Boa Vontade vocês têm de fazer o Bem! Parabéns! A Academia Campinense de Letras estará sempre aberta para vocês!”, finalizou o presidente da ACL.


Para assistir aos programas na íntegra, basta clicar aqui:


120 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page