top of page
  • Foto do escritorFundação José de Paiva Netto

A importância da acessibilidade nos meios de comunicação

Por Karine Salles

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que cerca de 360 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de perda de audição. Segundo dados do Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 2,1 milhões de brasileiros são deficientes auditivos, parcial ou totalmente.


E como será que essas pessoas estudam ou acompanham programas de televisão? Porque é tão bom quando chegamos em casa e ‘viajamos’ assistindo um programa de TV sobre turismo, por exemplo. Ou ainda quando participamos de alguma palestra educativa. Mas, graças à tecnologia assistiva hoje em dia é bem possível inserir uma pessoa com deficiência auditiva, neste contexto, por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

E com o objetivo de garantir a acessibilidade para pessoas com deficiência auditiva, já é possível ver a janela com intérprete de Libras em vários programas de televisão, lives, palestras e até em shows. Para Andrea Venancino, tradutora-intérprete de Língua de Sinais, apesar de avanços, pessoas com deficiência auditiva ainda enfrentam barreiras de acessibilidade.


Para ela, "quando a sociedade diminuir esses preconceitos, acreditar mais na inclusão e buscar dispositivos sociais, aí com certeza a Libras se torna um processo muito natural, trazendo a inclusão dessas pessoas, seja em um lugar público, numa empresa ou no atendimento hospitalar, enfim nesses locais que, para nós [ouvintes], passa-se tão desapercebido, porque não temos essa necessidade, mas para eles é de suma importância”.


Deficiente auditiva, a secretária Maria Isabelle Anselmo é uma das muitas usuárias da ferramenta. Apesar de todo o avanço, ela também ressalta que ainda há muito o que ser melhorado, mas pondera que o recurso da janela de Libras melhora o entendimento de tudo o que está acontendo. "Me sinto parte, não me sinto perdida ou deslocada, pois consigo entender, acompanhar e participar. É uma forma de inclusão".


E pensando nessa inclusão, a Boa Vontade TV disponibiliza em sua grade de programas e eventos, o recurso da janela de Libras. Exemplo disso é a transmissão da Cruzada do Novo Mandamento de Jesus, a Reunião da Comunhão com Deus, que aos sábados possibilita que as pessoas que fazem o uso da Língua Brasileira de Sinais acompanhem tudo o que está sendo dito da mesma forma como os demais, proporcionando inclusão e acesso aos estudos do Evangelho-Apocalipse de Jesus, que esclarece e conforta a todos os presentes e telespectadores.

O intérprete Adriano Paiva, da Acessibiliart, atuando na Cruzada do Novo Mandamento de Jesus, a Reunião da Comunhão com Deus.

Vale ressaltar que a Língua Brasileira de Sinais não é apenas 'uma simples' tradução da língua portuguesa em gestos. Ela tem diferentes níveis linguísticos e, por isso, para expressá-la, não basta apenas conhecer os sinais e, sim, combinar mãos, movimentos, articulações e expressões faciais para que a tradução seja clara para o público-alvo.

LEGENDAS Outra ferramenta bastante utilizada, inclusive na programação da Boa Vontade TV, é o Closed Caption (CC) que são legendas descritivas e inclusivas que torna todo conteúdo audiovisual acessível para pessoas surdas ou com algum grau de deficiência auditiva. Porém, infelizmente, é um recurso que também tem suas barreiras.

Fonte: Portal Boa Vontade

13 visualizações0 comentário
bottom of page