Escola Aberta do Terceiro Setor

No III Congresso Brasileiro de Fundações e Entidades de Interesse Social, realizado em São Paulo, no dia 21 de novembro de 2011, Autoridades Governamentais, Magistrados, Membros do Ministério Público, Advogados, Dirigentes e Profissionais do Terceiro Setor debateram temas relevantes para a sociedade. Nessa ocasião surgiu a ideia de criar um projeto social para melhorar a capacitação dos profissionais das entidades do Setor Social, criando melhores condições de gestão e profissionalização das entidades de interesse social.

Com o apoio institucional do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), o Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo (CRC-SP), o Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), a Fundação Anna Maria Lins de Camargo, a Fundação Anita Pastore D'Angelo, a  Fundação Antonio e Helena Zerrenner, a Fundação Conrado Wessel, a Fundação Ezute, a Fundação Mary Speers e a Fundação José de Paiva Netto criaram o Projeto Social denominado “ESCOLA ABERTA DO TERCEIRO SETOR”.

Objetivos Educacionais
- Capacitar para a cidadania;

- Estimular o conhecimento e o empreendedorismo;

- Promover a formação de profissionais comprometidos com a qualidade, o desenvolvimento do seu campo de atuação e a responsabilidade com as questões sociais, capazes de se adaptarem às mudanças que se verificam no mundo;

- Contribuir para que o agente do Terceiro Setor possa modernizar os processos de trabalho e a estrutura organizacional de suas instituições;

- Desenvolver ações que permitam a interação do conhecimento com a prática;

- Promover a formação humanística do cidadão com capacidade reflexiva e crítica perante a sociedade, o Estado e o Mercado;

- Conservar e difundir valores éticos, notadamente de liberdade, igualdade, solidariedade e democracia.

Saiba mais: www.escolaaberta3setor.org.br